Viva o SUS, Viva a Ciência, Viva o Fórum e o Sintest: Trabalhadores da Educação vacinados, sem distinção!

Spread the love

A defesa do Sintest-Ba em prol da vacinação para todos e pelo Sus foi iniciada nos primeiros dias de janeiro, com a criação do Comitê Baiano Vacina Já e pelo Sus.  “O Comitê tem sido incansável na articulação da vacinação da população baiana. Os representantes das entidades vêm discutindo, propondo e acompanhado em várias frentes como o processo está se realizando no país e no estado”, disse Aladilce Souza, uma das organizadoras do Comitê.

Numa destas trocas de informações, a convite da Aplb, a diretora geral, Daiana Alcântara, acompanhou a live realizada pela entidade no dia 18/01 (veja aqui), onde para sua surpresa, ouviu do secretário Jerônimo Rodrigues, que a Secretaria de Educação da Bahia havia encaminhado para Sesab um ofício defendendo a inclusão dos trabalhadores da educação como grupo prioritário, citando o quantitativo inclusive, dos docentes das Instituições Superiores de ensino. A afirmação foi um choque e teve imediata reação.

No dia 20 de janeiro, Alcântara, se reuniu com o então secretário do município, Sr. Edval Gomes, onde no diálogo o secretário acatou o pleito levado pelo sindicato, que além da vacinação para a categoria, defendeu a vacinação para todos os trabalhadores da educação superior (veja aqui).

O Fórum dos Técnicos também se movimentou e cobrou da Governadoria, da Secretaria de Saúde e da própria Secretaria de Educação um posicionamento sobre a vacinação dos trabalhadores das universidades, além disso iniciou uma campanha com outdoors em várias cidades baianas (veja aqui).

Após várias articulações e ida presencial da diretoria do Sintest a Secretaria de Saúde do Estado cobrando solução e explicação das declarações do Secretário Jerônimo Rodrigues; a Secretaria de Educação requisitou a Universidade Estadual de Feira de Santana, listas com os dados de todos os trabalhadores.

Em continuidade da defesa do pleito, ao ter ciência da mudança de secretário de saúde do município, a diretoria do Sintest, foi mais uma vez, dialogar com o novo secretário Marcelo Britto, para garantir a imunização dos trabalhadores da educação superior (veja aqui). Bem recebidos pelo gabinete, foi acordado que entregariam uma lista a enfermeira Fernanda Anjos, responsável pela rede de frio do município, com o número e dados de todos os trabalhadores da Universidade Estadual de Feira de Santana, que no mesmo dia foi solicitado a Administração Superior da Instituição.

A lista, mesmo sem discriminar os servidores por cargo ocupado e vínculos, foi entregue na Secretaria de Saúde no dia 16/04 e aceita, até que pudesse ser enviada com dados mais completos (veja aqui).

“O Fórum dos Técnicos, desde que iniciou sua campanha em defesa da vacinação para todos os trabalhadores da educação, sem distinção de cargos, fez ofício para o Fórum de Reitores, mas houve uma ausência de manifestação de apoio público institucional ao pleito. Ainda assim, no dia 06/04, realizamos uma reunião com o Magnífico Reitor da Uesc, Prof. Alessandro de Fernandes (veja aqui) para reiterar a importância da defesa das reitorias estaduais ao pleito. Então foi acordado que as quatro universidades encaminhariam listas completas de todos os trabalhadores das Ueba e aventou-se também a possibilidade de uma nota conjunta sobre o pleito. Então nos dias que se seguiram, tomamos conhecimento que as universidades fizeram o envio para as secretarias do governo”, disse Rafael Bertoldo, presidente do Fórum dos Técnicos.

Com grata surpresa, a direção do Sintest, tomou conhecimento que a Administração da Uefs se engajou na luta, por meio da nota divulgada no último dia 23/04, (veja aqui)

Até que o tão esperado dia chegou.

“Agradeço pelas felicitações e estou torcendo para que toda nossa categoria seja vacinada. E que venha vacina para proteção de toda população”, destacou o servidor  técnico, Antônio Carlos Souza.

“Eu estava ansioso por esta vacinação.  Que bom que o Sintest lembrou da gente. Estávamos esse tempo todo lá trabalhando sem expectativa de nada, colegas adoeceram, morreram, então valeu Sintest. Tomei a vacina AstraZeneca e já estou preparado para tomar a segunda dose dia vinte e sete de julho”, disse Edvaldo Santos de Lima, vigilante da Uefs.

“Em primeiro lugar sinto muita gratidão a Deus e aos cientistas que se debruçaram arduamente nos laboratórios buscando a cura para salvar-nos dessa terrível pandemia e também sinto muita gratidão a todos os profissionais que trabalham na linha de frente da Covid. São verdadeiros heróis anônimos. E também Parabéns a toda equipe que está atendendo na UniFTC. Foram muito gentis e simpáticos com todos. E faço um agradecimento especial a toda a equipe do SINTEST UEFS ( Daiana Alcântara, Luís Ricardo Andrade Silva e todos os outros que compõem essa maravilhosa equipe) pela luta junto ao governo do Estado para conseguir as vacinas para todos nós, os trabalhadores da Educação. Muito obrigada SINTEST UEFS”, disse Valéria Boaventura de Almeida, servidora técnica lotada na Biblioteca Central Julieta Carteado.

O cronograma da vacinação dos trabalhadores da educação vai seguir com modificações muito rápidas, então é importante que todos fiquem atentos aos anúncios da prefeitura.

“Foi uma luta que não esperávamos ter que travar, mas foi muito importante para a categoria entender que sem união e o trabalho sério desenvolvido por este sindicato, até os direitos mais básicos como este, de ser reconhecido como um integrante da educação pública superior para ter acesso a vacinação em um grupo prioritário, seria perdido. Seguiremos defendendo amplamente a vacinação para todos e pelo SUS, mas jamais poderíamos aceitar a imunização somente dos docentes, todos nós somos trabalhadores da educação superior. Então hoje estamos vivendo o dia do triunfo da ciência, do SUS, do Fórum e do Sintest. Rumo à imunização!”, declarou Daiana Alcântara, diretora geral do Sintest-Ba.

“Que momento histórico! Que alegria poder ver o fruto de uma luta árdua, insistente porém forte e determinante! Foi difícil desde o início, quando ainda não éramos entendidos como atuantes na área da educação, que para tantos é uma compreensão tão lógica… O Sintest precisou ser firme e não se calou! Parados é que não poderíamos ficar! Que esta  vitória sirva de gás e motivação para as outras batalhas que já foram travadas e para tantas outras que ainda virão! Viva a ciência, viva o SUS, viva o Sintest, disse Gisele Rocha.

Os trabalhadores terceirizados não foram informados pelas empresas que seriam vacinados hoje, então o Sintest tem se movimentado desde cedo para acompanhar a vacinação de todos.

Sintest, somos todos nós!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home/zigzagdo/sintestuefs.com.br/wp-includes/functions.php on line 4757

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home/zigzagdo/sintestuefs.com.br/wp-content/plugins/really-simple-ssl/class-mixed-content-fixer.php on line 110