Atendendo a um dos pleitos do Fórum dos Técnicos, Administração da Uefs distribuirá chips com internet para os servidores

O Fórum dos Técnicos em reunião com o Fórum de Reitores, no dia 26 de junho (saiba mais aqui), pleiteou mais apoio para o desenvolvimento do trabalho remoto para os servidores. Foi solicitado formalmente pelo Fórum dos Técnicos, a disponibilização de equipamentos em regime de comodato; a disponibilização de chips para ligação e acesso a internet e a criação de um programa de subsídio para minorar os custos com energia, internet banda larga e outros investimentos pessoais para realização da atividade remota. Cada reitor ficou de analisar os pleitos e responder o documento do Fórum.

Na tarde desta sexta-feira (31), a coordenação do Sintest foi informada pela Administração da Uefs que um dos pleitos será atendido.

“Estamos satisfeitos com esses primeiros atendimentos, pois estamos sabendo também que alguns setores já estão formalizando o empréstimo de equipamentos para servidores. Consideramos vitórias importantes para as ações unificadas que o Fórum dos Técnicos continua desenvolvendo para benefício da categoria. Esperamos que os reitores das outras universidades viabilizem o mais rápido nas demais instituições e que criem a rubrica para o auxílio financeiro que solicitamos, pois os servidores estão também com gasto de energia elevado em suas residências, pagamento de internet banda larga, sem contar que muitas vezes também não possuem condições ergonômicas ideais para desenvolver tais atividades”, disse Daiana Alcântara, presidente do Fórum dos Técnicos e coordenadora geral do Sintest na Uefs.

A diretoria do Sintest estava realizando uma pesquisa entre os servidores para subsidiar a universidade com a análise da realidade dos servidores na Uefs, mas o estudo não foi concluído, pela baixa adesão dos servidores e não houve diálogo a tempo do sindicato apresentar qual era a demanda mais urgente e cabível a categoria na instituição.

A Uefs publicou a notícia na sua página, conforme pode ser vista clicando neste link.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *