Entidades de servidores públicos projetam nova federação

Spread the love

Fortalecer as lutas gerais e específicas das diversas categorias do serviço público e ter uma entidade forte para negociar com o governo estadual. Essa foi a pauta principal do ato político realizado por entidades do setor, projetando a criação da Federação das Entidades de Servidores Públicos do Estado da Bahia (FESPEBAHIA).

O evento aconteceu na manhã desta segunda-feira (27), no hotel Victória Marina, em Salvador, e contou com a presença de dirigentes da APLB-Sindicato (professores), Sindsaúde, SINPOJUD (judiciário), Sindsefaz (fazendários), SINTEST/BA (Técnicos das universidades estaduais) e SINSPPEB.

“Esse é o primeiro passo para a criação da federação. “Vamos constituir uma coordenação para encaminhar as ações seguintes, como preparar o estatuto e programar a assembleia de fundação da FESPEBAHIA. Precisamos de uma entidade que represente a força dos servidores baianos”, pontuou o coordenador geral da APLB, Rui Oliveira.

Para Ivanilda Brito, presidenta do Sindsaúde e secretária de Imprensa da CTB Bahia, “os servidores estaduais precisam de uma nova organização para avançar na luta e fazer o governo abrir o diálogo e a negociação sobre nossas demandas”.

REPRESENTATIVIDADE E NOVO MODELO

Representando os fazendários, Marlúcia Paixão destacou que a ideia da federação vem sendo amadurecida há um tempo. “É uma entidade que nos representa de fato, especialmente para fazer valer nossas reivindicações junto ao Estado. Vamos trazer novas entidades para a fundação da FESPEBAHIA”, enfatizou.

Pelos servidores técnicos da universidades estaduais, Firmino Júlio, presidente do Fórum dos Técnicos das UEBA, ressaltou que “será um novo modelo de organização, combativa, atuante e democrática para dirigir todas as entidades de mãos dadas em defesa dos servidores e do serviço público”.

Falaram pelo Sinpojud o presidente Manuel Suzart e a diretora de Finanças, Maria José, a Zezé. “Parabenizamos essa grande iniciativa. Ficamos 8 anos sem reajuste linear e não tínhamos uma entidade estadual organizando a luta”, disse Suzart. “Precisamos dessa representação política e vamos fortalecer a nova federação para ser unitária e atuante. Contamos com a ajuda da CTB Bahia”, completou Zezé.

APOIO DA CTB

A CTB Bahia participou do ato com os dirigentes Reginaldo Alves (vice-presidente), Ailton Araújo (secretário geral) e Flora Lassance (secretária da Mulher). “Consideramos importante essa iniciativa, que tem apoio integral da nossa Central, pois vai representar um novo momento da luta em defesa dos servidores e dos serviços públicos no estado”, afirmou Reginaldo.

“A CTB se une às entidades que mostram disposição de colocar a luta dos servidores estaduais em outro patamar. Temos certeza de que a FESPEBAHIA será o centro da unidade das entidades e categorias que representará”, enfatizou Ailton.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *