SINTEST-BA promove evento em celebração ao Dia da Consciência Negra

Spread the love

Novembro é o mês da Consciência Negra e é marcado por discussões e ações que visam combater o racismo, assim como debater os avanços do povo negro e celebrar a cultura afro-brasileira. Nesse sentido o SINTEST-BA promoveu na manhã desta quarta-feira (17), o evento “Estética negra empodera, sim!”, com o objetivo de valorizar a estética na luta antirracista, contribuindo assim  com o empoderamento negro.

A atividade foi iniciada com um bate papo “Estética negra empodera sim!” com a Miss Afro Feira de Santana-BA 2020/2021, Jora Fernandes que é Servidora Técnica Universitária da Uefs e o artista Adão Ferreira Santos, a gravação será disponibilizada em breve nas nossas redes sociais.

O Concurso Miss Afro tem se consolidado como o principal evento de empoderamento, conscientização e exaltação a beleza da mulher negra de Feira de Santana e região e vem se destacando como um espaço de educação não formal, já que oferece as participantes aulas sobre a verdadeira historia do povo negro, cultura, saúde, educação, segurança, direitos e ancestralidade trazendo a tona inúmeras referenciam negras que fizeram e fazem parte da luta por igualdade, liberdade e inclusão da mulher negra.

A Miss Afro Feira de Santana-BA, em sua fala trouxe uma importante reflexão sobre a autoaceitação e reconhecimento da estética negra como forma de empoderamento. “Precisamos fortalecer nossa estética, é importante entender que os nossos traços são bonitos, naturais, e é algo que devemos valorizar todos os dias”, destacou.

Em seguida, os servidores presentes participaram das oficinas: Transição Capilar, penteados e uso de turbantes – Dão Turbantes; Cuidados com a pele e automaquiagem para pele negra com Gisele Rocha – Diretora Mary Kay; Feirinha da Autoestima com vendas de produtos de beleza, roupas e acessórios.

Durante a Oficina Hair: Transição Capilar, penteados e uso de turbantes que teve como oficineiro Dão Turbantes, os participantes puderam aprender mais em relação à peça, que vai além de um acessório de moda e tendência de visual.  O turbante surgiu para o movimento negro como um resgate da cultura dos ancestrais e da estética. Simboliza a resistência cultural dos descendentes dos africanos escravizados em seus costumes originais. Como forma de valorização da história, cultura e estética africana e afro-brasileira, o uso do turbante é uma maneira de empoderar as mulheres negras e apresentar outras belezas que não as que a moda impõe como ideal.

“O turbante é um filtro, que além de proteger suas energias positivas e pensamentos bons, permite que coisas boas entrem em você. Na religião de matriz africana o turbante é um protetor espiritual”, pontuou Adão.

Dicas para cuidados com a pele, técnicas de uso de base, e muitos truques para uma maquiagem rápida e impecável. Esses foram alguns dos conhecimentos adquiridos pelas participantes na oficina de automaquiagem para pele negra com Gisele Rocha – Diretora Mary Kay. “Falar de autocuidado e beleza é espetacular, foram muitas falas de força e garra que se traduziu em um momento ímpar para mulheres negras da nossa comunidade acadêmica. Perceber mulheres lindas e cheias de poder é muito forte e também é um exemplo de autoestima! Por mais momentos ricos como este!”, disse Gisele.

A servidora analista Gleice Melo durante a atividade reforçou em sua fala a importância do tema abordado. “Que as pessoas negras possam se amar ter a sua autoestima valorizada como nesse momento de hoje do empoderamento negro, para que possamos nos valorizar e reconhecer nossa cultura negra expressa pelo turbante,  nos nossos traços negroides. E assim possamos transmitir ao mundo, reeducar as relações no combate ao racismo”.

Gleice Melo, Servidora Analista Universitária da Uefs.

“A atividade promovida pelo Sintest foi uma ótima oportunidade de fortalecimento para as pessoas negras e de aprendizado para as pessoas que desejam realmente ser antirracistas. As falas de Adão e  Jora foram potentes e afetivas e as dicas de Gisele,  valiosas para implementarmos o autocuidado”, destacou a servidora Bárbara Estrela.

Bárbara Estrela, Servidora Técnica Universitária da Uefs.

O SINTEST homenageia mais uma vez todos pelo Dia da Consciência Negra e continua na luta e na resistência pela valorização da pessoa humana e contra o preconceito.

 SINTEST, somos todos nós!

Confira a galeria de fotos:

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home/zigzagdo/sintestuefs.com.br/wp-includes/functions.php on line 4757

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home/zigzagdo/sintestuefs.com.br/wp-content/plugins/really-simple-ssl/class-mixed-content-fixer.php on line 110