Sintest-BA marca presença no IV Congresso Internacional de Desastres em Massa

Spread the love

 

A IV edição do Congresso Internacional de Desastres em Massa, que iniciou no dia 23 de agosto, teve seu encerramento neste sábado (26), com o simulado do rompimento de uma barragem e inundação. O simulado ocorreu na Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) onde foi montada uma grande estrutura para simular o rompimento da barragem e evacuação da área da maneira mais real possível.

O Cidem é um projeto de extensão da Uefs que vem promovendo vários treinamentos simulados para oportunizar as forças a interagirem de forma conjunta. Devido a sua organização, técnica e proporção, o evento tem ganhado cada vez mais o prestígio de outros países, a exemplo do Japão, que tem em sua cultura social a prática de simulados para a população.

O evento teve por objetivo capacitar as forças de Segurança Pública e Defesa Social para atuarem em situações com múltiplas vítimas.

Uma explosão controlada deu início ao ponto alto do treinamento, quando as forças entram em ação para fazer os resgates de vítimas e prevenir novos acidentes decorrentes da catástrofe.

O professor Jeidson Marques, idealizador e coordenador do Projeto Cidem juntamente com o coronel PM Júlio, enfatizou que reunir todas as forças de forma simultânea em uma situação de desastre é muito complexo, e se faz necessário treinar a integração para que as forças atuem de forma ordenada e rápida.

A diretoria SINTEST-BA esteve presente no evento juntamente com os/as servidores/as que foram contemplados com as inscrições através da parceria que o Sintest realizou com a organização do evento. Os/as servidores/as que participaram foram: Jadson Miranda Oliveira, Cinara Santana dos Santos, Patrícia Cerqueira Vasconcelos e Jussara Maia da Costa Almeida.

A primeira atividade do simulado foi à evacuação escolar. Estudantes, professores e pais participaram do momento. “Tivemos 150 crianças participando do momento”, destacou Cátia Daniele, vice-diretora do CEB UEFS que acompanhou o grupo.

O estudante do 4° ano Pedro Henrique relatou em entrevista sua experiência. “Eu aprendi que nesses momentos de perigo, preciso ficar calmo, me proteger, prestar atenção nas orientações, seguir em fila indiana e falar as informações sobre os meus pais ao chegar num local seguro”, disse.

Participaram do evento os Bombeiros Militares, SAMU, Secretaria da Saúde, Polícia Militar, Polícia Federal, Exército além de instituições policiais de outros estados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *