SINTEST conclui programação do Setembro Amarelo com mesa – redonda

Spread the love

O Sintest-BA promoveu na manhã desta terça-feira(27), no Anfiteatro do Módulo – II uma mesa – redonda que teve como tema “Setembro Amarelo: Prevenção ao suicídio e valorização da vida”. O evento fez parte das ações da campanha do Setembro Amarelo promovida pelo sindicato.

O tema da mesa foi discutido pela psicóloga do Planserv, Vanessa Santos; pela Assistente Social do Planserv, Denise Oliveira; pela coordenadora do SESU/UEFS, Magaly Santos Caldas Palma, e pelo voluntário do Centro de Valorização da Vida (CVV), Carlos Oliveira.

Para a psicóloga Vanessa Santos, ouvir sem julgamentos pode salvar vidas. “Muitas vezes as pessoas guardam os seus sentimentos e chegam a um sofrimento externo sem consegui colocá-lo para fora com medo do julgamento. E quando essas pessoas têm a oportunidade de estar com uma pessoa que lhe acolhe e escuta, ela acaba tendo facilidade de colocar tudo para fora. E aquela energia densa se dissipa um pouco. É preciso escutá-los, estabelecer confiança e criar vínculos afetivos. Devemos ter um olhar mais sensibilizado com nosso próximo e sem julgamentos”, destacou.

A assistente social, Denise Oliveira, afirma que, quando se percebe os sinais de que alguém está tendo pensamentos suicidas é preciso ajudar imediatamente, ouvindo a pessoa, informando alguém próximo e sugerindo a procura por um profissional de saúde mental. “Alguns sinais podem ser verbais como ‘não vejo mais graça na vida’, ‘quero acabar com tudo’ ou ‘não vou fazer falta’, mas também podem ser comportamentais, como mudanças bruscas de humor, tristeza, insônia, ansiedade”, explicou.

“O SESU é um lugar que atende pessoas, e sentiu a necessidade de trazer não apenas uma terapia convencional de medicamentos. Pois não queremos receitas prontas e sim acolhimento e uma escuta amiga, saber que tem alguém que escute a gente”, disse a coordenadora Magaly Santos Caldas.

Para ficar sempre informado sobre os atendimentos do SESU, siga a página no Instagram (@sesuuefs).

O voluntário da CVV, Carlos Oliveira, destacou como funciona o Centro de Valorização da Vida. “Ser ouvido é uma necessidade básica do ser humano. As pessoas que pensam em suicídio elas estão como um copo que esta cheio de água e aquela gotinha que vai pingando acabam assim trasbordando. As pessoas só querem desabafar, e quando ligam para o CVV encontram um ombro amigo. Somos uma instituição de apoio emocional, de escuta, que funciona através dos voluntários. Nós temos plantões semanais de quatro horas e atendemos pelo número 188. Através dessas ligações escutamos e acolhemos as pessoas que externam dores emocionais”.

Conheçam mais sobre o CVV acessando o site: https://www.cvv.org.br/

O evento também contou com a presença do reitor Evandro do Nascimento, da vice-reitora, Amali Mussi e do professor Adroaldo Oliveira, coordenador do Fórum de Saúde e Segurança do Trabalho na Uefs.

O reitor parabenizou a iniciativa do Sintest em abordar um tema de grande relevância que é a prevenção ao suicídio. “Momentos como estes são muito importantes porque nós acreditamos que a universidade é construída de forma ampla e coletivamente. Diante deste tema, sobretudo a saúde mental da comunidade universitária, nós temos canais institucionais para lidar com essa questão”, destacou.

A vice-diretora destacou a importância de trazer um tema destes para o debate para que todos tomem consciência da valorização da vida. “A Uefs sempre precisou pautar e tem pautado sobre a saúde mental para o além da pós-pandemia. Pois é preciso dar uma acolhida maior, porque estamos tendo que reaprender a conviver com as pessoas e ouvir, reaprender a ter paciência. É importante que a comunidade universitária esteja sempre nos sinalizando qual a sua necessidade, as escutas sempre estiveram abertas. Parabenizo o Sintest pela realização da campanha do Setembro Amarelo, vejo que foi feito com muito cuidado, muito zelo, como todas as atividades que vem se envolvendo ao longo dos anos, buscando sempre a acolhida e valorizando as diferenças. Fico muito feliz em estar aqui hoje”.

“Durante todo o mês, o Sintest promoveu dentro da Campanha Setembro Amarelo, diversas atividades para discutirmos abertamente os temas ligados à valorização da vida, o combate ao suicídio e a depressão, junto a outros problemas que atingem a nossa sociedade, e por conseguinte a nossa categoria, principalmente neste período pós pandemia. A promoção do diálogo e da escuta, a busca por ajuda e apoio psicológico não podem ser tabus para os servidores. Hoje temos iniciativas dentro e fora da universidade que apoiam os servidores, no sentido de melhorar sua condição de vida e saúde. Vamos divulgar e utilizar esses espaços de acolhimento durante todo o ano”, expressou Luiz Ricardo, diretor de Imprensa e Divulgação do Sintest.

O evento foi encerrado com um delicioso caruru ao som acústico das estudantes de música da Uefs, Vanessa Batista e Victória Marques, que possuem contas no Instagram (@vanessabmusica) e (@vicsstoria) para contato.

A diretoria do Sintest agradece aos/as participantes que prestigiaram o evento. Sintest, somos todos nós!

Confira as fotos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *