Sintest busca garantir a imunização dos trabalhadores da Uefs em grupo prioritário

Spread the love
Secretário Municipal de Saúde, Edval Gomes, recebendo ofício do Sintest, 20/01/2021.

A vacina para todos e todas, garantida pelo SUS, é um direito e dever do Estado.

O Sintest, alinhado a diversas entidades e organizações sociais, defende um plano nacional de vacinação, integrado ao Sistema Único de Saúde (SUS), que garanta vacina para toda a população, respeitando os grupos prioritários.

Nesse sentido, além das ações com o Fórum dos Técnicos junto ao Estado, o sindicato buscou na manhã desta quarta-feira, 20/01, dialogar com o secretário municipal da saúde, Edval Gomes, para inclusão dos servidores técnicos das universidades como trabalhadores da educação no plano de imunização do município.

O Sintest também tem buscado fortalecer as campanhas que estimulem as pessoas a irem se vacinar, combater a desinformação e o negacionismo. A ciência e o desenvolvimento de pesquisas salvam vidas, e somente a vacinação em larga escala poderá dar fim à pandemia.

O secretário concordou com o justo pleito e informou que qualquer intercorrência em relação ao quantitativo, já que em ofício o Sintest estendeu sua solicitação também para os trabalhadores das empresas que prestam serviços terceirizados na Uefs, entrará em contato.

“A sugestão que dei é que os trabalhadores sejam identificados pela lotação, ou seja, Universidade Estadual de Feira de Santana, e não pelo cargo, já que está escrito trabalhadores da educação como grupo prioritário. Deve ser considerado a educação básica e superior e todos os seus trabalhadores sem distinção. A doença não escolhe categoria, nem cumpre hierarquização, o direito à vacinação não pode ter essa distorção. Esperamos que a SEC BA se posicione a respeito dos questionamentos do Fórum e que o Governo do Estado quando enviar as doses da vacina para os municípios nos contabilize enquanto trabalhadores da educação, que é o que somos”, ressaltou Daiana Alcântara, diretora geral do Sintest Uefs.

Fortalecendo a luta pelo pleito da vacinação da categoria no grupo prioritário dos profissionais da educação, o Fórum dos Técnicos encaminhou nesta tarde ofício (veja aqui) ao governo estadual.

#VacinaParaTodosJá

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *