RESULTADO DA CONSULTA À CATEGORIA SOBRE O EVENTUAL RETORNO ÀS ATIVIDADES PRESENCIAIS

Resultado da consulta à categoria sobre o eventual retorno às atividades presenciais

O sindicato realizou uma consulta pública tendo como público alvo os servidores técnicos administrativos da Uefs sobre o possível retorno às atividades administrativas, cuja amostragem contou com 265 participantes.
Foram apontados os seguintes dados:

1. A pesquisa contou com a participação de todos os segmentos da categoria (Analistas, Técnicos, NA’s, Auxiliares, Cargos e REDA);
2. 44,2% dos participantes pertencem a algum grupo de risco;
3. 90,8% dos participantes convivem com outra pessoa em casa;
4. 95,8% dos participantes reside na cidade de atuação;
5. 52,5% dos participantes são dependentes do transporte público, ônibus da Uefs ou andam a pé para o trabalho;
6. 81% dos participantes estão trabalhando remotamente. Sendo que 19% é constituído por servidores que:

A) Realizam atividades apenas presencialmente;
B) Realizam atividades remotamente (predominantemente) e presencialmente;
C) Realizam atividades presencialmente(predominantemente) e remotamente;

7. Dos participantes, 7,2% foram infectados ou tiveram contato com alguém infectado ou considerado suspeito.
8. A maioria dos participantes (97,7%) considera inseguro o retorno às atividades presenciais neste momento.

Devemos também considerar que os indicadores diários revelam o aumento significativo dos números de contaminados na nossa cidade e os servidores permanecem sendo chamados(as) pelas chefias para realização de atividades na instituição, sem nenhuma atuação direta por parte do Comitê ou pela própria instituição no sentido de garantir a salvaguarda das suas vidas no ambiente de trabalho. Na oportunidade, ressaltamos nossa preocupação com o retorno das atividades nos laboratórios para dar encaminhamento as pesquisas de pós- graduação sem nenhum protocolo desenvolvido para tal.
A maioria dos participantes considera inseguro o retorno total das atividades administrativas presenciais neste momento, expor os servidores técnicos ao risco aumentaria a possibilidade deles se contaminarem e aos familiares, por essas razões esperamos que a gestão universitária leve isso em consideração, e não permitam o aumento das atividades administrativas presenciais, enquanto as instituições responsáveis por avaliar os riscos inerentes a contaminação pela Covid-19 (Secretaria Municipal de Saúde, Secretaria Estadual de Saúde e Ministério da Saúde), não assegurem que seja seguro fazê-lo, bem como reavaliem, deem suporte e fiscalizem bem as atividades que estão ocorrendo.

Agradecemos a todos que se dispuseram a responder nossa pesquisa. A partir destes dados teremos mais condições para propor melhores ações no sentido de garantir a segurança dos servidores técnicos da UEFS, enquanto enfrentamos a pandemia da Covid-19.

Confira no link abaixo os gráficos da pesquisa:

Resultado da Pesquisa

A coordenação Geral do SINTEST

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *