Entidades exigem do governo retirada da PEC 158/2019 da Reforma da Previdência

Na manhã de hoje (3), se reuniram dezesseis entidades do funcionalismo público na sede da Aplb, em Salvador, para dar continuidade aos encaminhamentos unificados contra a reforma da previdência proposta pelo governo Rui Costa.

Foi produzido uma nota pública para dar conhecimento a população sobre os malefícios da proposta e o posicionamento das entidades sindicais.

Durante a tarde houve um encontro entre as lideranças e representantes do Governo do Estado (SAEB, SERIN, FUNPREV e SUPREV) na Secretaria de Relações Institucionais do Estado da Bahia (SERIN), onde foi reafirmado que os servidores públicos baianos rejeitam a proposta e exigem a retirada da PEC 158/2019 da Assembleia Legislativa da Bahia.

A diretoria do Sintest-Ba reforça a importância dos servidores técnicos administrativos das universidades lerem o documento, se apropriarem dos debates e participarem das atividades de mobilização. “Essa reforma estadual é uma adequação aligeirada a reforma do Governo Federal. No ano passado já houve aumento da alíquota, se os servidores se acomodarem, a tendência é o governo continuar enviando esses pacotes de maldades todo final de ano, pois ele já conta com a desmobilização. É tudo bem arquitetado. Precisamos reagir”, disse Daiana Alcântara, coordenadora geral do sindicato.


 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *