Sintest-Ba participou da sessão especial na AL-BA em homenagem aos 67 anos da APLB-Sindicato

A coordenação do Sintest participou da sessão especial em homenagem aos 67 anos da APLB-Sindicato, realizada na tarde desta quinta-feira (25 de abril),  no Auditório Jorge Calmon, da Assembleia Legislativa da Bahia.

A deputada estadual Fabíola Mansur (PSB), proponente da iniciativa e presidente da Comissão de Educação da Assembleia Legislativa (ALBA), presidiu a sessão, que destacou a trajetória política da APLB em defesa da educação pública, de qualidade e socialmente referenciada, da democracia, e dos direitos dos trabalhadores e do povo brasileiro.

A APLB Sindicato tem história de luta. Inicialmente era uma associação, pois no funcionalismo público não era permitida a formação de sindicatos. Somente com a Constituição Federal de 1988 que a APLB passou a integrar o movimento sindical, sendo o primeiro na Bahia e um dos pioneiros no Brasil. Toda a história de luta, que contribuiu com melhorias para a docência em escolas públicas, foi aplaudida pelo público presente. Durante a sessão especial, muitos profissionais da educação foram homenageados, entre eles o próprio Rui Oliveira e a vice-coordenadora da entidade, Marilene Betros.

O professor Rui Oliveira, coordenador-geral da APLB-Sindicato, recebendo homenagem

Diretor da APLB há 12 anos, o professor Rui Oliveira afirmou que a entidade é uma marca reconhecida de luta e resistência. Oliveira destacou ainda que no cenário político atual as atenções da categoria estão direcionadas para a reforma da Previdência.

“Nossa luta fundamental agora é contra a reforma da Previdência. Temos que entender a dimensão dos prejuízos que vamos ter se essa reforma passar: o primeiro prejuízo político é o desmonte do sistema chamado Previdência Pública; o segundo é o acirramento da luta entre capital e trabalho, que tem como objetivos o enriquecimento dos bancos, o enfraquecimento dos movimentos sociais, e trabalhadores sem nenhum direito, reféns desta concepção ultraliberal de exploração dos oprimidos”, discursou o dirigente sindical.

A coordenadora geral do Sintest-Ba/Uefs, Daiana Alcântara, parabeniza  a gestão pela defesa  contínua  da educação pública de qualidade e dos educadores.

Participaram do evento também o secretário estadual do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), Davidson Magalhães; o coordenador de relações trabalhistas da Secretaria Estadual da Administração (Saeb), Diogo Araponga; o presidente da CTB, Pascoal Carneiro; superintendente de Recursos Humanos da Secretaria de Educação (SEC), Maria do Rosário; vereador do PC do B de Santo Estevão, Cristiano Pereira Rodrigues; a professora, Célia Oliva; vice-presidente estadual do PT, Martiniano Costa; e o representante da Secretaria de Relações Institucionais (Serin), Marivaldo Dias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *